Partilhar

Como fazer kombucha do zero

Como fazer kombucha do zero

A kombucha é uma bebida que contém bactérias benéficas, é um probiótico originário da China com preparo similar ao do kefir cuja base é o chá preto, entretanto, também é possível produzi-la a partir de chá verde, chá de hibisco ou qualquer outra infusão que for do seu gosto[1]. Ainda que seja possível comprar kombucha já pronta em lojas de alimentos orgânicos, o preferível é que se faça em casa, além disso, o procedimento não é difícil e a mesma levedura pode ser usada diversas vezes para produzir a bebida que contém diversas propriedades benéficas para a saúde. Se você se interessa pelo assunto e quer saber como fazer kombucha do zero em casa, leia este artigo do umCOMO!

Também lhe pode interessar: Como tomar Kombucha

Como fazer kombucha pela primeira vez

Existem diversos sabores possíveis para a kombucha, entretanto, primeiro é necessário que se faça uma "kombucha base" de primeira fermentação para depois aromatizá-la. Para preparar a kombucha você precisará de:

  • 1 scoby de kombucha
  • 2 litros de água
  • 3 colheres de chá preto, chá verde ou chá de hibisco;
  • 1 panela de aço ou vidro (evite panelas de alumínio);
  • 1/2 xícara de açúcar (caso seja do seu gosto, também é possível adoçar a kombucha com mel);
  • 1 pote de vidro;
  • 1 pano;
  • 1 elástico.

Antes de realizar as fermentações da kombucha, lave todos os utensílios a ser utilizados com vinagre para matar as bactérias pré-existentes pois, caso contrário, é possível que sua receita não saia como o desejado, visto que tais bactérias também poderão fermentar. Assim que todos os utensílios estiverem limpos, veja como preparar kombucha:

  1. Coloque a água para ferver;
  2. Assim que a água estiver fervendo, desligue o fogo;
  3. Adicione o açúcar e o chá escolhido para infusão;
  4. Espere aproximadamente 15 minutos e coloque o chá pronto no pote de vidro;
  5. Espere até que o chá fica em temperatura ambiente;
  6. Coloque o scoby de kombucha dentro do pote de vidro e tampe-o;
  7. Feche a boca do pote com um pano e passe o elástico em volta;
  8. Deixe o pote em lugar pouco iluminado, espere 1 semana e sua bebida estará pronta.

Dica: Nunca substitua o pano por uma tampa de plástico, afinal, é necessário que haja passagem de ar para que ocorra a fermentação.

Se você se preocupa em como cuidar da kombucha após a fermentação, saiba que é necessário apenas guardá-la na geladeira, evitando deixá-la exposta a lugares quentes e, se você se pergunta como fazer muda de kombucha, saiba que, após a primeira fermentação, outra colônia surgirá em cima da inicial.

Receitas com kombucha (segunda fermentação e saborizada)

Assim que você já tiver seguido os passos acima e estiver com com a kombucha base pronta, já será possível produzir a kombucha segunda fermentação, ou seja, a saborizada. Para produzir a kombucha saborizada você precisará de:

  • 1 garrafa pet de 2 litros;
  • 2 litros de chá de kombucha (o chá deve ser suficiente para encher completamente a garrafa escolhida, sendo assim, se escolher uma garrafa de 1,5 litro, será necessária apenas essa quantidade);
  • a fruta escolhida para saborizar o chá.

Agora siga os seguintes passos:

  1. Bata a fruta no liquidificador e coe com uma peneira (caso a fruta seja, por exemplo, o limão, é necessário apenas que se esprema para retirar o suco);
  2. Coloque na garrafa o suco da fruta com o chá base de kombucha até preencher completamente a garrafa (a quantidade de suco depende do quanto você quer dar sabor para a bebida, apenas tome cuidado em casos de frutas cítricas para não ficar muito ácido e amargo);
  3. Guarde a garrafa em local escuro e espere aproximadamente 1 semana.

O chá de kombucha pode ser guardado por até 2 meses dentro da geladeira em recipiente fechado.

Outro famoso probiótico muito benéfico para a saúde é o kefir, para saber mais e como preparar, veja aqui 3 receitas com kefir.

Para que serve kombucha

Ao contrário de outros produtos naturais, há comprovações científicas de que a kombucha seja efetivamente boa para a saúde[2], sendo a bebida capaz de:

  • Emagrecer: Kombucha emagrece pois acelera o metabolismo, diminui a absorção de gordura e regulariza a alimentação;
  • Desintoxicar: o chá de kombucha é um ótimo detox e ajuda a eliminar substâncias tóxicas por meio da urina por ser um diurético;
  • Equilibrar o intestino: além de relaxar a região, a kombucha também ajuda no reequilíbro da flora intestinal, evitando prisões de ventre e ajuda a eliminar bactérias intestinais danosas, evitando infecções;
  • Ansiolítico natural: o probiótico ajuda a acalmar e deve ser tomado durante a noite um pouco antes de dormir para evitar ansônia e te ajudar a ter um sono regular e constante, sem acordar de madrugada;
  • Ajuda o fígado: por ser um desintoxicante, a kombucha ajuda a limpar o fígado de substâncias danosas e é recomendado em caso de abuso de bebidas alcoólicas durante uma ressaca;
  • Ajuda a evitar e eliminar infecções urinárias: por ser um diurético, o chá de kombucha aumenta a produção de urina e, consequentemente, a eliminação da bactéria causadora da infecção (o que não anula a necessidade do uso de antibióticos);
  • Combate gastrite: entre as bactérias que o chá de kombucha é capaz de eliminar está a causadora da gastrite, sendo assim, é recomendado nesses casos evitando também que a doença evolua para uma úlcera gástrica e até mesmo para um câncer de estômago.

Não há contra-indicações para se tomar o probiótico, entretanto, se você quiser saber quais os melhores momentos para tomar o chá, veja como tomar kombucha.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como fazer kombucha do zero, recomendamos que entre na nossa categoria de Comida e Bebida.

Referências
  1. https://pt.wikipedia.org/wiki/Kombucha
  2. http://www.sbpcnet.org.br/livro/69ra/resumos/resumos/3112_197ceb2d1c03053d187fae353c9a8273d.pdf

Escrever comentário sobre Como fazer kombucha do zero

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Vanuza Monteiro
Vou fazer agora mesmo! Receita muito boa!

Como fazer kombucha do zero
Como fazer kombucha do zero

Voltar ao topo da página