Partilhar

O que comer com vinho: 50 acompanhamentos perfeitos

 
Por Yasmin Fonseca. 26 agosto 2019
O que comer com vinho: 50 acompanhamentos perfeitos

O que comer com vinho? O vinho é uma bebida muito versátil que pode acompanhar um encontro romântico, uma reunião de amigos e também ser ótima para acompanhar refeições. Existem diversos tipos de vinho e muitas pessoas acabam tendo dificuldade em saber qual combina com o que, afinal, harmonizar a comida com a bebida é algo que faz toda a diferença e deixa ambos mais apetitosos. Se você está com essa dúvida, veja nesse artigo do umCOMO o que comer com vinho: 50 acompanhamentos perfeitos!

Também lhe pode interessar: Como fazer sagu de vinho

O que comer com vinho tinto seco

O vinho seco, também chamado de vinho de mesa, é aquele com máximo de 5 gramas de açúcar por litro, ou seja, são aqueles com baixa percentagem de açúcar em sua composição.[1]Apesar de muitas vezes pessoas pensarem que se trata de um vinho de melhor qualidade, essa é a única diferença entre o vinho seco e os outros tipos, sendo que a escolha deve ser feita apenas de acordo com o gosto de cada um.

Se você fará um jantar com vinho e quer saber o que preparar, veja abaixo algumas sugestões:

  • Beringela à milanesa;
  • Pizza;
  • Carpaccio;
  • Filé mignon com molho de mostarda;
  • Queijo roquefort;
  • Batata recheada com bacon;
  • Rocambole de carne moída;
  • Costela com molho barbecue;
  • Sopa de carne com mandioca;
  • Queijo coalho assado.

Dica: na hora de escolher o que combina com vinho seco, dê preferência às carnes vermelhas, além disso, evite molhos vermelhos pois alguns vinhos tintos não lidam bem com molhos ácidos[2], sendo assim, é melhor não arriscar.

O que comer com vinho tinto suave

Os vinhos suaves são aqueles mais adocicados, contendo ao menos 20 gramas de açúcar por litro[1], além de serem a escolha preferida de muitas pessoas que não gostam de bebidas mais amargas ou que não são muito fãs de vinho por terem, como o nome indica, um sabor mais suave.

Veja abaixo algumas sugestões de o que comer vinho suave:

  • Lagosta;
  • Camarão;
  • Escondidinho de carne seca;
  • Batata frita;
  • Pernil assado com batata;
  • Fricassê de frango;
  • Strogonoff de frango;
  • Macarrão com molho de queijo;
  • Bruschetta;
  • Polenta frita.

Caso for fazer alguma carne e precisar de ideias para incrementar o prato, veja como fazer acompanhamento para carne.

O que comer com vinho espumante

Os espumantes são vinhos leves perfeitos para dias quentes e petiscos leves, além de também serem tomados em situações especiais como símbolo de comemoração. O espumante não costuma acompanhar refeições e deve ser bebido preferencialmente com petiscos. Veja abaixo uma lista de petisco para acompanhar espumantes.

Petiscos para acompanhar espumante

  • Queijo brie;
  • Queijo camembert;
  • Bolinho de bacalhau;
  • Iscas de peixe;
  • Canapé de salmão;
  • Cogumelo refogado;
  • Nhoque de batata com molho vermelho;
  • Cubos de frango com molho de limão;
  • Tomate seco e rúcula;
  • Salada caprese.

Sugestão: Como fazer sangria de espumante

O que comer com vinho: 50 acompanhamentos perfeitos - O que comer com vinho espumante

O que comer com vinho rosé

O vinho rosé é um intermédio entre o vinho tinto e o branco e pode ser feito tanto com a mistura dos dois quanto deixando o produto em pouco contato com as cascas da uva, adquirindo assim uma coloração clara.[1] Os vinhos rosés são adocicados e leves, sendo ideais para beber com alimentos também leves, ainda que suportem carnes vermelhas e molhos ácidos como o de tomate.[2]. Veja abaixo alguns petiscos que combinam com vinho rosé.

Petiscos que combinam com vinho rosé

  • Salmão grelhado;
  • Escondidinho de frango;
  • Tábua de frios;
  • Lula frita;
  • Lasanha de carne moída;
  • Queijo de cabra;
  • Frango assado;
  • Acarajé;
  • Salpicão de frango;
  • Patê de atum.
O que comer com vinho: 50 acompanhamentos perfeitos - O que comer com vinho rosé

O que comer com vinho branco

O vinho branco é aquele feito com uvas claras de forma para que a bebida não adquira coloração ou então com uvas escuras mas de forma que haja a separação inicial das cascas.[1] Se pretende fazer uma refeição para beber com essa variedade de vinho e precisa de ideias, veja abaixo algumas dicas de petiscos baratos e rápidos para comer com vinho branco, incluindo queijo para petisco com vinho.

Petiscos que combinam com vinho branco

  • Queijo camembert;
  • Ostras;
  • Caviar;
  • Iscas de frango;
  • Presunto parma;
  • Salame;
  • Amendoim japonês;
  • Frango a passarinho;
  • Polenta frita;
  • Queijo frito.

Sugestão: O que comer com fondue de queijo

O que comer com vinho: 50 acompanhamentos perfeitos - O que comer com vinho branco

Como decantar vinho

Uma cerimônia simples e muito eficaz que é realizada antes de servir um bom vinho, essencial em degustações de vinho mas muito comumente utilizada em casa por aqueles que apreciam esta milenar bebida fermentada – o ato de decantar o vinho. É feita com um acessório muito específico e serve para três razões, visando potencializar a degustação do vinho. Por isso, tão importante quanto saber o que comer com vinho é saber servi-lo corretamente.

A decantação consiste em três motivos principais que mais a frente serão explicados, por hora você deve saber, se quiser realizar uma decantação em casa, como ela é feita. Você precisará de um decantador ou decanter nome dado ao recipiente que realiza a tal tarefa e por norma a decantação é feita em vinhos tintos jovens ou mais velhos, dependendo da idade o processo de decantação é diferente.

Como decantar vinhos jovens

Para os vinhos mais jovens, não tão ácidos e com as suas borras estáveis a decantação permitirá suavizar os taninos presentes no vinho – os taninos são as substâncias que deixam o vinho com gosto um tanto quanto "amadeirado", quanto mais tempo um vinho passa no barril, mais agravante se torna o seu nível de tanino – que normalmente são ásperas e secas. Vinhos jovens precisam da decantação para amadurecer um pouco antes de serem servidos, eles que geralmente não tiveram tempo para amadurecer no barril ou garrafa. A respiração proporcionada pelo decantador cuida desta tarefa.

Verta o conteúdo da garrafa para o decantador num gesto contínuo, o vinho pode ficar no decantador durante uma hora antes de ser servido. Dentro das normas de etiqueta, a garrafa, mesmo se estiver vazia, deve permanecer do lado do decantador.

Como decantar vinhos velhos

Neste caso a garrafa deve ser colocada em posição vertical um ou até dois dias antes de ser consumida, desta forma os depósitos de borra ou outras substâncias deste tipo se concentrarão no fundo da garrafa, facilitando a decantação. Para os vinhos mais velhos a decantação pode durar até 30 minutos antes de ser servida, pelo fato de acelerar a vaporização dos aromas uma decantação de longo período num vinho antigo pode acabar prejudicando o seu sabor.

Verta todo o conteúdo no decantador de uma só vez, mas tome cuidado para não deixar as borras passarem para o recipiente. Caso você não possua tempo ou tenha esquecido de deixar o vinho dois dias em posição vertical, você pode fazer batota e colocar um guardanapo limpo ou papel toalha na boca do decantador e depois verter o vinho, para que as borras não se misturem com a sua bebida.

Por que decantar vinho?

Ao decantarmos o vinho, passando o conteúdo da garrafa para o decantador, estamos fazendo ou pouco mais além de um gesto de costume na hora de se degustar um vinho. Este processo permite que o vinho tinto "respire" e essa oxigenação contribuirá de forma positiva para o seu paladar, liberando gradativamente os aromas contidos anteriormente na garrafa.

A decantação não é um processo obrigatório, porém, aconselhada quando possível. Deve se tomar alguns cuidados com a garrafa, principalmente aquela que foi transportada ou sofreu muita movimentação nos últimos dias, fazendo com que a borra se misture com o conteúdo.

Caso você não possua um decantador você também pode improvisar, utilizando algum recipiente em que o vinho tenha uma boa área de contato com o oxigênio e se for o caso você pode depositá-lo novamente na garrafa utilizando um funil. Este processo não pode ocorrer dentro da própria garrafa pois a superfície de contato com o ar é muito pequena em comparação à quantidade de vinho.

Veja também: Características das taças de vinho

O que comer com vinho: 50 acompanhamentos perfeitos - Como decantar vinho

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que comer com vinho: 50 acompanhamentos perfeitos, recomendamos que entre na nossa categoria de Comida e Bebida.

Referências
  1. Nem tudo que fermenta vira vinho, Instituto brasileiro do vinho. Disponível em: https://www.ibravin.org.br/admin/arquivos/downloads/1455902155.pdf. Acesso em: 25/08/2019.
  2. 10 dicas de harmonização de vinho rosé, Famiglia Valduga Co. Disponível em: https://blog.famigliavalduga.com.br/dicas-de-harmonizacao-de-vinho-rose/. Acesso em: 25/08/2019.

Escrever comentário sobre O que comer com vinho: 50 acompanhamentos perfeitos

O que lhe pareceu o artigo?

O que comer com vinho: 50 acompanhamentos perfeitos
1 de 5
O que comer com vinho: 50 acompanhamentos perfeitos

Voltar ao topo da página