Partilhar

Como escolher bem o aipim

 
Por Márcio Menino. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como escolher bem o aipim

Quantas vezes fomos no mercado e na hora de comprar o aipim temos dúvidas de qual o melhor para cozinhar? Se é mais claro, mais escuro, mais amarelo, mais branco. Acaba por se tornar um desafio a seleção do aipim. Aqui no umComo facilitamos a questão e contamos o segredo de como escolher bem o aipim.

Também lhe pode interessar: Como saber se o caldo está estragado

O que é o aipim

Estamos falando de uma raiz com casca rugosa, fácil de retirar e que é originária da América do Sul. Pode atingir até um metro de comprimento e tem duas variedades, uma tóxica e a outra diretamente comestível. Através do nível de toxicidade podemos determinar a classificação da mandioca/macaxeira/aipim.

Essa substância tóxica se chama de ácido cianídrico, sendo que a mandioca-brava ou amarga, ou simplesmente mandioca é rica nesse ácido. E para podermos cozinhar ela temos de a cozinhar ou torrar para que perca essa toxicidade. Geralmente serve para fazer a farinha e a tapioca.

Depois temos a mandioca-mansa ou doce, também conhecida por aipim. Suas raízes são comestíveis, e ele pode ser assado ou cozido. É também utilizado para preparar bolos e pudins.

Como escolher bem o aipim - O que é o aipim

Valor Nutritivo do Aipim

O aipim é uma excelente fonte de carboidratos e de vitaminas do complexo B, especialmente B3. Além disso é livre de gorduras e proteína, e uma boa fonte de potássio, fósforo e cálcio. A cada 100 gramas de aipim podemos estar ingerindo: 159 calorias, 271 mg de potássio, 38 gr de carboidratos, entre outros nutrientes.

Escolhendo o melhor aipim

Quando for no mercado, muito provavelmente vai encontrar o aipim já cortado, isso acontece para facilitar a identificação do aipim, ele deve apresentar uma coloração branca uniforme, e sem manchas pretas. Se encontrar com coloração amarela tome cuidado, isso significa toxicidade e deve cozinhar com ele. Para saber se a qualidade é boa a casca tem de estar um pouco umedecida e soltar com facilidade, além disso pode procurar o que alguns cozinheiros chamam de aipim-manteiga, geralmente apresentam uma coloração rosa por baixo da casca castanha, e é considerado um aipim de elevada qualidade. Também pode encontrar pedaços de aipim cortado e embalado em vácuo.

Como escolher bem o aipim - Escolhendo o melhor aipim

Conservando o aipim

Preferencialmente o aipim deve ser consumido após fazer a compra. Mesmo que esteja inteiro com as raízes, dois dias é o limite para consumir. Se quiser comer mais tarde vai ter de congelar o aipim, que pode ser congelado cru ou cozinhado. Relativamente ao aipim em vácuo, convêm verificar a validade na etiqueta do saco.

Agora que já temos o aipim e sabemos como conversar está na hora de fazer uns cozinhados, sejam eles bolos, pudins, ou mesmo para acompanhar a carne.

Como escolher bem o aipim - Conservando o aipim

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como escolher bem o aipim, recomendamos que entre na nossa categoria de Comida e Bebida.

Escrever comentário sobre Como escolher bem o aipim

O que lhe pareceu o artigo?

Como escolher bem o aipim
1 de 4
Como escolher bem o aipim

Voltar ao topo da página