Partilhar

Açúcar ou adoçante: o que é melhor?

 
Por Diana Oliveira. Atualizado: 16 janeiro 2017
Açúcar ou adoçante: o que é melhor?

Substituir o açúcar por adoçante é uma prática comum para quem quer perder peso. Muitos produtos já são compostos por adoçantes ao invés de açúcar. O adoçante surgiu para adocicar a vida dos que não podem consumir açúcar. Mas, nos dias de hoje, o produto é já elemento indispensável na alimentação de quem se preocupa com os quilos na balança. Mas será o adoçante uma opção mais saudável? Em umComo mostramos-lhe o que é melhor, o açúcar ou adoçante?

Também lhe pode interessar: Como substituir o açúcar por adoçante

Açúcar

Os açucares são carboidratos cristalizados comestíveis, que são reconhecidos pelo seu sabor doce. O açúcar é bastante calórico e está presente em muitos alimentos e bebidas que consumimos. Mas ele não pode ser consumido de forma excessiva. Além de ser um elemento que contribui imenso para o aumento de peso, ele participa no aumento da produção de insulina, é prejudicial para os dentes, e ainda potencia outros problemas de saúde.

O açúcar refinado, é a sacarose que provém da cana de açúcar e tem um grande número de calorias. Quando o açúcar é refinado ele perde alguns nutrientes. Entre os tipos de açúcar, o mascavo é o mais indicado, pois ele mantém as propriedades nutricionais, não passando pelo refinamento. Com o aumento de produtos diet e light surgiu mais uma opção, o açúcar light. Ele tem as mesmas características do açúcar normal, mas tem um maior poder de adoçante, você vai precisar de menos quantidade.

Os diabéticos não devem consumir açúcar refinado, mascavo e light. O açúcar deve ser substituído por adoçantes.

Açúcar ou adoçante: o que é melhor? - Açúcar

Adoçante

Sendo uma substância com pouco valor energético, o adoçante é uma opção para quem procura perder peso, além de elemento essencial na dieta de diabéticos. Os adoçantes têm na sua composição edulcorantes. Esta substância tem uma excelente capacidade de adoçar, o que faz com que muitos adoçantes cheguem a ser mais doces do que o próprio açúcar. Aspartame e sucralose, são alguns exemplos de adoçantes, mas existem mais. O mais comum é o aspartame, estando presente na composição de refrigerantes diets, os famosos zero açúcar.

Mas não é porque tem menos calorias que você pode tomar adoçante à vontade. Apesar de não estar provado, estudos indicam que consumir adoçantes em demasia pode causar problemas de saúde. Eles devem ser consumidos dentro dos limites que são recomendados. Além disso, não é por ter menos calorias que ele não engorda. Existem estudos que indicam que consumir adoçantes com regularidade acaba por interferir na regulação natural da vontade de comer. Alimentos adoçados artificialmente, preparam o corpo para receber açucares. Para quem faz dieta, isto é o oposto do que se pretende. Pode acabar por comer mais e ganhar uns quilos a mais.

A principal diferença entre estes dois alimentos que adoçam a nossa comida é que o adoçante tem menos calorias. São duas fontes diferentes de sabor, mas para pessoas saudáveis não existe diferença entre consumir um ou outro. O ideal seria trocar o açúcar e os adoçantes por alimentos naturalmente açucarados. A massa, cereais, tubérculos, frutas, leite, são alguns exemplos destes alimentos.

Açúcar ou adoçante: o que é melhor? - Adoçante

Se pretende ler mais artigos parecidos a Açúcar ou adoçante: o que é melhor?, recomendamos que entre na nossa categoria de Comida e Bebida.

Escrever comentário sobre Açúcar ou adoçante: o que é melhor?

O que lhe pareceu o artigo?

Açúcar ou adoçante: o que é melhor?
1 de 3
Açúcar ou adoçante: o que é melhor?

Voltar ao topo da página