menu
Partilhar

Quais são as frutas silvestres brasileiras

 
Por Letícia Lima. 3 novembro 2021
Quais são as frutas silvestres brasileiras

O Brasil é reconhecido internacionalmente como o país com a maior biodiversidade do mundo, ou seja, com a "maior exuberância de vida na terra", de acordo com o Ministério do Meio Ambiente[1]. Como consequência dessa enorme diversidade, várias frutas são produtos nacionais, isto é, frutas silvestres brasileiras. Do abacaxi ao caju, há diversas frutas que surgiram em terras brasileiras e que podemos orgulhosamente chamar de nossas. Neste artigo do umCOMO você encontrará informações sobre quais são as frutas silvestres brasileiras.

Também lhe pode interessar: Como escolher frutas

Lista de frutas silvestres

Há mais de trezentas frutas nativas do Brasil. Essa enorme riqueza e diversidade nos faz questionar quais são os nomes de frutas silvestres nesse caso, havendo alguns familiares, como o abacaxi, e outras desconhecidas, como a cereja-do-rio-grande (Eugenia involucrata). Conheça a seguir algumas frutas silvestres brasileiras separadas por região.

Região Norte

A Região Norte é onde está situada a floresta Amazônica, grande representante da biodiversidade nacional. Confira algumas frutas oriundas da região:

  • Abiu (Pouteria caimito): de sabor adocicado e suave quando bem maduro e com casca amarela. É rica em vitamina A e C.
  • Açaí (Euterpe oleracea): internacionalmente conhecida por suas riquíssimas propriedades nutricionais, o açaí tem enorme importância na economia da região Amazônica.
  • Araçá (Pridium):já citada em canção de Caetano Veloso, é rica em vitamina C.
  • Buriti (Mauritia vinífera):riquíssima em vitamina A, essa fruta gordurosa também é utilizada para produzir sabão.
  • Cupuaçu (Theobroma grandifloum): riquíssimo em nutrientes, o cupuaçu pode ser consumido in natura ou em forma de doces, sucos, etc.
  • Guaraná (Paulinia cupana): utilizado em todo o país como estimulante, é mais uma fruta nativa da Amazônia.

Região Nordeste

  • Caju (Anarcadium occidentale): do caju se aproveita tanto a castanha (preparada torrada como aperitivo) quando a polpa, usada em sucos e na preparação de outras bebidas, como a cajuína.
  • Ciriguela (Spondias purpurea): consumida in natura, a ciriguela é doce e de aroma intenso.
  • Umbu (Spondias Tuberosa): é apreciado tanto em sucos quanto in natura.

Região Centro-Oeste

  • Abacaxi-do-cerrado (Ananas ananassoide): doce e rico em água, o abacaxi-do-cerrado também apresenta entre suas propriedades nutricionais os minerais cálcio, fósforo e ferro.
  • Cagaita (Eugenia dysenterica): muito utilizada no preparo de compotas e outros doces, a cagaita é uma das frutas mais características da região Centro-Oeste do Brasil.
  • Jabuticaba (Myrciaria aulífera): famosa para além do Centro-Oeste, os frutos da jabuticabeira são, curiosamente, produzidos no tronco da própria árvore. Também é utilizada no preparo de licores, geleias, compotas, entre outros.
  • Pequi (Caryocar brasiliensis): fruta associada ao Centro-Oeste por excelência, dela tudo se aproveita. A casca é usada para tingimento; óleo a partir da semente para uso cosmético; polpa utilizada na culinária (de onde vem os famosos pratos arroz com pequi ou galinhada com pequi).

Região Sudeste

  • Pitanga (Eugenia pitanga): de aroma e sabor característico, a pitanga é uma das frutas nativas da região Sudeste mais populares em todo o país. É rica em vitamina C e fósforo.
  • Sapucaia (Lecythis pisonis): as castanhas da sapucaia são muito empregadas na culinária combinadas com frutos do mar, sendo comum o caranguejo com castanha de sapucaia. É também utilizada na produção de sabão.

Região Sul

  • Pinhão (Araucaria angustifolia): fruto da araucária, o pinhão é consumido frequentemente cozido e possui muitas propriedades nutricionais, rico em fibras, cálcio e fósforo. É um símbolo da região Sul do país, especialmente do estado do Paraná.

Para não errar na hora de fazer a feira, confira nosso artigo sobre como escolher frutas.

Receitas com frutas silvestres

O Brasil possui diversas frutas silvestres e, naturalmente, diversas preparações culinárias as agregaram. O que a princípio possa ser uma fruta exótica se transforma num prato saboroso. Confira a seguir uma receita com frutas silvestres de cada região extraídas do guia do Ministério da Saúde:

Região Norte

Biscoito de cupuaçu

Ingredientes:

  • 1 cupuaçu médio (cerca de 800 g)
  • 1,3 kg de açúcar
  • 50 g de manteiga
  • 2 ovos
  • 1/2 lata de leite condensado (opcional)
  • 250 g de farinha de trigo enriquecida
  • com ferro
  • 1 colher (sobremesa) de fermento
  • em pó
  • Doce de cupuaçu para recheio

Modo de fazer:

  1. Bata a manteiga e os ovos, um a um, alternando com o leite, sem parar de bater.
  2. A seguir, adicione a farinha de trigo até formar uma massa.
  3. Espalhe esta massa com espessura de 0,5 cm e corte os biscoitos como desejar.
  4. Recheio-os com doce de cupuaçu. Asse-os em forno brando por aproximadamente 20 minutos.

Região Nordeste

Umbuzada

Ingredientes:

  • 1 porção de umbus bem maduros
  • Água para cozimento
  • Leite e açúcar a gosto

Modo de fazer:

  1. Lave os umbus e leve-os ao fogo para cozinhar por alguns minutos para amolecer a polpa.
  2. Retire do fogo e escorra a água, deixe esfriar.
  3. Em seguida, despolpe os frutos com as mãos ou com uma colher.
  4. Passe a polpa pela peneira grossa ou bata no liquidificador, acrescentando leite e açúcar.
  5. Misture até dar consistência de um suco cremoso. Sirva gelado.

Região Centro-Oeste

Arroz com pequi

Ingredientes:

  • 2 xícaras de arroz
  • 1 porção de pequis
  • 1 cebola média
  • Água fervente
  • Sal

Modo de fazer:

  1. Lave e seque o arroz, do modo convencional.
  2. Descasque os pequis e refogue-os no óleo, juntamente com a cebola.
  3. Adicione o arroz e o sal, mexendo sempre, para refogar.
  4. Coloque a água, em quantidade que dê para cobrir a mistura. Abafe a panela e espere que dê o ponto.

Região Sudeste

Molho de pitanga

Ingredientes:

  • ½ xícara de chá de pitanga;
  • 1 / 3 xícara de chá de água;
  • 1 colher de sopa de açúcar;
  • 1 colher de sopa de azeite;
  • 2 colheres de sopa de cebola;
  • 1 dente de alho;
  • ¼ xícara de chá de água

Modo de fazer:

  1. Lavar as pitangas e retirar as sementes;
  2. Liquidificar;
  3. Misturar as pitangas com a água e o açúcar;
  4. Cozinhar por 30 minutos;
  5. Em outra panela, aquecer o azeite e refogar a cebola e o alho picados;
  6. Acrescentar o caldo de pitanga e, após 3 minutos, acrescentar a água;
  7. Cozinhar por mais 2 minutos.

Região Sul

Macarrão com molho de rúcula e pinhão

Ingredientes:

  • 8 pinhões cozidos sem casca
  • 4 xícaras de rúcula lavada e picada
  • 2 colheres (sopa) de água
  • 1 xícara (café) de azeite
  • 1 colher (café) de sal
  • 2 dentes de alho
  • 150 g de queijo ralado
  • 400 g de macarrão furado
  • Rúcula para enfeitar

Modo de fazer:

  1. Bata no liquidificador o pinhão, a rúcula, a água , o azeite, o sal, o alho e 50 g do queijo.
  2. Cozinhe o macarrão al dente.
  3. Despeje o molho sobre o macarrão.
  4. Polvilhe com o restante do queijo.

Agora que você já sabe quais são as frutas silvestres brasileiras, qual delas você vai escolher para usar em uma receita?

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quais são as frutas silvestres brasileiras, recomendamos que entre na nossa categoria de Comida e Bebida.

Referências
  1. BRASIL. Biodiversidade Brasileira. Ministério do Meio Ambiente. Disponível em: <https://antigo.mma.gov.br/biodiversidade/biodiversidade-brasileira.html>. Acesso em 26 de outubro de 2021.
Bibliografia
  • BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Coordenação-Geral da Política de Alimentação e Nutrição. Alimentos regionais brasileiros. 1.ª ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2002.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Quais são as frutas silvestres brasileiras
Quais são as frutas silvestres brasileiras

Voltar ao topo da página