Partilhar

Diferenças entre milho branco e amarelo

Por Diana Oliveira. Atualizado: 30 abril 2020
Diferenças entre milho branco e amarelo

O milho é um cereal utilizado por todo o mundo e capaz de resistir a uma série de condições climáticas agressivas, este conhecido cereal tem um grande potencial de produção e tem respondido bastante ao uso de técnicas tecnológicas no seu cultivo.[1] É um dos alimentos mais nutritivos da nossa alimentação e ele também pode ser usado para ração animal.[2] O Brasil tem uma grande produção e exportação de milho, mas apenas 5 por cento do que é produzido se destina ao consumo humano, o que acontece também porque muitas pessoas não conhecem todas as potencialidades deste cereal. Outro fator importante para o baixo consumo do cereal do país é que há bastante falta de informação acerca das variedades de milho, o que acontece em razão da semelhança entre suas aparências, o que faz parecer que todas as variações são mais do mesmo.

Para saber um pouco mais sobre as diferenças entre as variedades desse cereal, veja nesse artigo do umCOMO: o milho branco e o amarelo e as diferenças entre eles.

Também lhe pode interessar: Como fazer tortilhas de milho

Milho-branco

Conhecido como a variedade mais doce deste cereal por ter mais açúcar do que amido na sua composição, o milho branco, também chamado de milho canjica, é um tipo de milho especial e consumido num nicho específico do mercado.[3] Os modos mais comuns de comer milho-branco cozido ou grelhado, ainda que também seja possível comê-lo na espiga já que você pode cozer a variedade de milho numa panela com água ou então passar na grelha do churrasco ou então ralar o cereal para fazer farinha de milho-branco. Embora possam existir grãos ligeiramente amarelados, os grãos de milho branco são por norma esbranquiçados.

Diferença entre milho e canjica

No Brasil, o milho branco é usado sobretudo para fazer um prato doce conhecido por canjica, ainda que o cereal também seja usado em receitas salgadas, como a canjicada. Muitas pessoas confundem e não entendem muito bem a diferença entre milho e canjica, valendo ressaltar que o milho é um cereal com o qual se faz a canjica.

Ainda que tenhamos costume de chamar o cereal fazendo referência apenas a sua cor, existem variedades de milho-branco de forma que dentro da categoria podem ser citadas as mais conhecidas como o milho-branco-de-angola e o milho-branco-do-egito.

Apesar de não ser tão frequente na culinária brasileira, em certas regiões do mundo o milho-branco continua a ser mais popular e mais aceito do que o amarelo.

Diferenças entre milho branco e amarelo - Milho-branco

Milho amarelo

O milho ficou famoso quando descoberto pela civilização ocidental e desde aí que se começaram a desenvolver diferentes formas de cultivo que permitiram o surgimentos de novas variedades de milho. O milho amarelo é a prova disso, sendo ele uma evolução do milho branco, além disso, existem variações do milho geneticamente modificadas que são capazes de resistir ao ataque de pragas.[4]

Com a evolução e surgimento de novos tipos de milho, a coloração do cereal foi ficando mais escura, ganhando cores entre o amarelo e o vermelho, alteração essa que tem que ver com o aumento da quantidade de carotenoides que o milho contém na sua composição.[5]Quanto aos usos na alimentação, o milho amarelo é muito mais versátil na culinária brasileira e dá uma tonalidade característica a alimentos como a pamonha e o bolo, enquanto na África, por exemplo, o milho amarelo é reconhecido como ração para animais.

Diferenças entre milho branco e amarelo - Milho amarelo

Diferença entre milho branco e amarelo

Ao observarmos sem fazer grandes análises, inicialmente os milhos amarelo e branco podem ser considerados muito parecidos, mas suas diferenças começam já no preço visto que a versão branca é mais cara, o que acontece por alguns fatores. O milho amarelo comum tem preço baixo pois por ser geneticamente modificado e, consequentemente, mais resistente[4], o que permite que seja produzido em larga escala de forma que pode ser encontrado na lista dos cereais mais produzidos e consumidos do Brasil e do mundo, o que resulta em ser essa uma mercadoria de baixo preço.

Ao contrário do que acontece com a variedade amarela acima citada, o milho branco é um tipo especial do cereal que não possui sua versão transgênica, sendo pouco consumido e bastante difundido no Brasil apenas nas regiões Sul e Sudeste. Além dos fatores já citados, é válido dizer que o milho branco tem menos valor nutricional do que o amarelo de forma que, a soma do uso reduzido, do cuidado extra que sua produção exige em razão da falta de adaptação a diversos ambientes, o que calha em uma elevação de seu preço[2].

Por vezes, na mesma espiga chegam a existir grãos de diferentes tonalidades das cores branco, amarelo e laranja. Cozidos ou grelhados eles podem ser comidos diretamente da espiga. Além disso, estes dois tipos de milho dão ambos origem à farinha, a partir da qual se fazem outros pratos. Existem diversos produtos à base de milho, como nachos, tortilhas, produtos de panificação, entre outros.

Na aparência, já vimos que milho branco e amarelo são bastante semelhantes mas, em termos nutricionais, o milho amarelo é mais nutritivo devido aos valores de carotenoides serem mais elevados. Os elementos adicionais citados são os responsáveis também pela coloração do cereal.[5]

Diferenças entre milho branco e amarelo - Diferença entre milho branco e amarelo

Propriedades do milho

Como citado anteriormente, as propriedades do milho branco e do amarelo são as mesmas, exceto pelo extra do segundo já que os carotenoides que dão sua coloração. A importância desses pigmentos naturais é que eles são formadores de vitamina A no corpo, de forma que seu consumo pode evitar a vitaminose e suas consequências como a cegueira.[6] Além de ser uma fonte de vitamina A, veja abaixo outras propriedades do milho:

  • Aumenta a energia: por ser grande forte de carboidratos, fornece energia;
  • Diminui colesterol ruim e pressão arterial: por conter ácidos graxos, pode ajudar a evitar e controlar problemas cardíacos;
  • Controla a insulina: a propriedade se deve à presença de vitaminas do complexo B;
  • Melhora do sistema imunológico: também por conter carotenoides, pode ajudar a combater doenças infecciosas;
  • Regula o intestino: por conter fibras, ajuda a regular e controlar desequilíbrios intestinais.

Agora que você já sabe as propriedades do milho, que tal olhar uma receita que tem o cereal como base? Veja também como fazer tortilhas de milho.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Diferenças entre milho branco e amarelo, recomendamos que entre na nossa categoria de Comida e Bebida.

Referências
  1. MAGALHÃES, P. C.; DURÃES, F. O. M.; CARNEIRO, N. P.; PAIVA, E. Fisiologia do Milho. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Sete Lagoas, 2002. Disponível em: http://docsagencia.cnptia.embrapa.br/milho/circul22.pdf. Acesso em: 29/04/2020.
  2. RIBEIRO e SOUZA, A. R. Potencial de ganho energético em raça local de milho-branco. Universidade Estadual do Norte Fluminense, Campos de Goycatazes, 2006. Disponível em: http://uenf.br/posgraduacao/producao-vegetal/wp-content/uploads/sites/10/2017/11/Ana-Raquel-Souza.pdf. Acesso em: 29/04/2020.
  3. VALENTINI, L.; SHIMOYA, A.; FERREIRA, J. M.; ANDRADE, W. E. de B.; de OLIVEIRA, L. A. A. Milho branco: opção de renda para o produtor. Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro, nº 116, Niterói, 2017. Disponível em: http://www.pesagro.rj.gov.br/downloads/infonline/online116.pdf. Acesso em: 29/04/2020.
  4. WAEUIL, J. M.; MENDES, S. M.; VASCONCELOS, M. J.; PAIVA, E.; GUIMARÃES, C. T. Manejo de milho transgênico, Milho. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Sete Lagoas, 2001. Disponível em: http://www.cnpms.embrapa.br/mipmilho/arquivos/500PRMT.pdf. Acesso em: 29/04/2020.
  5. CRUZ, J. C.; MAGALHÃES, P. C.; PEREIRA FILHO, I. A.; MOREIRA, J. A. A. O milho na nutrição animal e humana, Milho. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Brasília, 2011. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/80988/1/Milho-nutricao.pdf. Acesso em: 29/04/2020.
  6. de SOUZA, W. A.; VILAS BOAS, O. M. G. da C. A deficiência de vitamina A no Brasil: um panorama. Revista Panamericana de Salud Pública, 2002. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/rpsp/2002.v12n3/173-179/pt. Acesso em: 29/04/2020.

Escrever comentário sobre Diferenças entre milho branco e amarelo

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Tomo
Muito bom!

Pode parecer uma pergunta boba - "Qual a diferença entre dois tipos de milhos?"; mas vimos que existe uma questão evolutiva e nutricional que está totalmente relacionado.

A parte estranha foi que eu realmente pesquisei isso no Google alguns minutos atrás.

Diferenças entre milho branco e amarelo
1 de 4
Diferenças entre milho branco e amarelo

Voltar ao topo da página