Partilhar

Como conservar alimentos com álcool

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como conservar alimentos com álcool

O álcool já era conhecido em França durante a época romana. Os árabes implantaram a técnica da destilação na Península Ibérica. Desde seus inícios, o álcool passou a ter propriedades mágicas e usava-se com fins terapêuticos além de serem acrescentados frutos e plantas para melhorar seu sabor e reforçar seu poder medicinal. Continue lendo este artigo de umComo.com.br e saiba como conservar alimentos com álcool.

Passos a seguir:
1

Deixando macerar frutos e plantas na aguardente obtiveram-se numerosos tipos de elixir e licores, cujas fórmulas secretas foram transmitidas de geração em geração. No entanto, a chegada do açúcar de cana das Antilhas no século XVIII e os temperos, marcou uma nova etapa na fabricação dos licores.

2

É evidente que o álcool é um dos melhores conservantes que se conhece. Nele pode ser macerada uma infinidade de frutas, podendo diluir também certas quantidades de açúcar a gosto, assim como baixar seu teor alcoólico adicionando água destilada.

3

Durante este processo de maceração, as frutas vão se impregnando de álcool, mas a aguardente também adquire os sabores e aromas delas. Para realizar uma conserva caseira é preferível usar álcool procedente do vinho, isto é, álcool vínico, seja ele branco ou com certas tonalidades, aromas e sabores adquiridos da madeira onde permaneceram durante sua maceração, como o brandy ou conhaque.

4

O álcool é um ótimo antisséptico que permite conservar perfeitamente certas frutas, porém, com a condição de que tenha um teor elevado, pois a água de vegetação da fruta passa para o álcool, diminuindo seu teor. Também não pode ter um gosto especial para não desvirtuar o sabor da fruta. Por isso, o mais conveniente é a aguardente de 50 a 70 graus, segundo a classe de fruta tratada.

5

Não devem ser conservadas em álcool se não forem frutas muito bonitas e no ponto perfeito de maturidade, absolutamente saudáveis e muito frescas, sem arranhões, cortes nem golpes, e sem nenhuma picada de vermes. O pêssego, que tem uma pele aveludada, deve ser descascado; a fruta com osso deve ser atravessada com alguns palitos, para evitar que rache e para que o álcool possa penetrar nela.

6

Deixe macerar a fruta no álcool durante um mês ou mês e meio e acrescente então açúcar, em maior ou menor quantidade dependendo da fruta tratada. As conservas de frutas cítricas maceradas e conservadas em cachaça de alto teor alcoólico são extraordinariamente apetitosas servidas em uma travessa de porcelana e açucaradas ou com umas gotinhas de mel.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como conservar alimentos com álcool, recomendamos que entre na nossa categoria de Comida e Bebida.

Conselhos
  • Conservar os alimentos em álcool faz com que o produto tenha um teor alcoólico que pode afetar ao dirigir.

Escrever comentário sobre Como conservar alimentos com álcool

O que lhe pareceu o artigo?

Como conservar alimentos com álcool
Como conservar alimentos com álcool

Voltar ao topo da página