menu
Partilhar

O que são frutras silvestres

 
Por Maria Antônia Rocha. 27 janeiro 2022
O que são frutras silvestres

No Brasil, o consumo de frutas silvestres é significativo porque a grande diversidade da flora do país permite o cultivo de diferentes espécies. De acordo com a Embrapa[1] (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), associada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, "O Brasil é o terceiro maior produtor mundial de frutas, com cerca de 45 milhões de toneladas ao ano. A maior parte desta produção é voltada para o mercado consumidor interno - somente 2,5% é exportada".

Por isso, é provável que você já tenha experimentado, comprado ou visto frutas silvestres nas prateleiras dos mercados. Apesar de serem muito comuns no cotidiano dos brasileiros, muita gente ainda tem dúvidas sobre o que são frutas silvestres e o que as diferencia de outros tipos de frutas. Foi pensando nisso que preparamos este artigo do umCOMO para tirar todas as suas dúvidas a respeito do tema.

Também lhe pode interessar: Quais são as frutas silvestres brasileiras

O que são frutas silvestres

De acordo com o dicionário Michaelis[2], "silvestre" é tudo aquilo que nasce ou se cria no mato ou nas selvas ou que nasce e se desenvolve de maneira espontânea, sem interferência humana. A própria definição da palavra nos traz pistas sobre o que são frutas silvestres. De acordo com essa lógica, as frutas silvestres são aquelas que nascem espontaneamente em um ambiente que possui condições climáticas e de solo favoráveis ao seu desenvolvimento.

Sendo assim, o que caracteriza uma fruta silvestre é o fato de que ela não é cultivada intencionalmente em plantios próprios, mas sim encontrada na natureza, se desenvolvendo de forma natural sem interferência humana.

Frutas silvestres x outras frutas

A principal diferença das frutas silvestres para outros tipos de fruta que encontramos nas prateleiras do mercado é que elas não passaram por nenhum tipo de melhoramento ou interferência tecnológica. Na agricultura tradicional, é comum a utilização de dispositivos tecnológicos como tratores, adubadores, sensores e dispositivos posicionados no solo para garantir uma safra melhor de frutas.

Mas as frutas silvestres, por terem condições de se desenvolverem naturalmente em matas e florestas, muitas vezes não precisam passar por esse tipo de processo e podem - inclusive - ser encontradas em ambientes públicos, fora de uma grande plantação agrícola.

Quais são as frutas silvestres brasileiras

Conforme explicado anteriormente, a rica biodiversidade do Brasil permite que o país tenha condições ideais para o cultivo de frutas silvestres. Ainda sim, como o território brasileiro é muito amplo, cada região possui algumas frutas silvestres típicas, que são cultivadas de acordo com o clima e as características do solo daquele lugar.

De acordo com o guia de Alimentos Regionais Brasileiros do Ministério da Saúde[3]: "valorizar uma agricultura mais sustentável, mantendo o equilíbrio do ambiente e respeitando o conhecimento local, é fundamental para se entender a importância da origem dos alimentos e melhorar a qualidade da alimentação". Pensando nisso, conheça a seguir quais são as frutas silvestres brasileiras das diferentes regiões para incluir no seu cardápio.

Região Norte

  • Abricó (Mammea americana): é cultivado nos igapós e margens inundáveis de rios da região Amazônica e costuma ser usado na forma de salada, licores, compotas, geleias e sucos.
  • Açaí (Euterpe oleracea): queridinho em todo o Brasil, o açaí é riquíssimo em nutrientes e costuma ser consumido na forma de suco ou uma espécie de creme que se assemelha a um sorvete, acompanhado de farinha de mandioca.
  • Bacuri (Attalea phalerata): uma espécie de coco muito utilizada na produção de doces e sorvetes e rica em minerais como cálcio, fósforo e potássio.
  • Cupuaçu (Theobroma grandiflorum): é uma das frutas mais populares da Amazônia, que costuma ser servida na forma de suco ou misturada a bebidas alcóolicas.
  • Guaraná (Paullinia cupana): ingrediente principal de vários refrigerantes populares no Brasil, o guaraná é encontrado na floresta amazônica e pode ser utilizado para a produção de pó, xaropes ou extratos.
  • Pupunha (Bactris gasipaes): fruta que tem elevado valor energético e alta concentração de vitamina A, é consumida em todo o território nacional.

Região Nordeste

  • Acerola (Malpighia glabra): é uma fruta rica em vitamina C, de cor alaranjada e sabor ácido, que costuma ser preparada na forma de sucos, vinhos e licores.
  • Cacau (Theobroma cacao): a fruta que dá origem ao chocolate pode ser encontrada em diversos países da América do Sul. Sua semente é utilizada para a produção dos chocolates, enquanto a polpa costuma ser consumida in natura pelas populações originárias.
  • Caju (Anacardium occidentale): uma das frutas nativas brasileiras mais conhecidas, o caju está muito presente na culinária nordestina. Uma curiosidade é que o verdadeiro fruto do cajueiro é o que conhecemos popularmente como castanha de caju, enquanto o caju propriamente dito é a parte carnuda, considerada pela ciência como um pseudofruto.

Região Centro-Oeste

  • Abacaxi-do-cerrado (Ananas anassoides): com o tamanho um pouco menor do que o abacaxi convencional, costuma ser consumido na sua forma natural, já que a polpa é doce e suculenta.
  • Pequi (Caryocar brasiliense): outra fruta tipicamente brasileira, do pequi podem se extrair óleos utilizados em cosméticos. Já a fruta natural costuma ser usada em preparações com arroz, feijão, galinha ou batida com leite e açúcar.
  • Pitanga (Eugenia uniflora): comer pitangas colhidas direto do pé é um hábito cultural recorrente no Brasil. A fruta de sabor adocicado e perfume característico pode ser consumida na forma de geleias, doces, sucos e refrescos.
  • Maracujá (Passiflora edulis): também encontrado no Nordeste brasileiro, o maracujá é uma fruta rica em vitamina C, cálcio, fósforo e outras vitaminas do complexo B. Seu sabor ácido acentuado é perfeito para a fabricação de geleias, doces e sucos.

Região Sul

  • Pinhão (Araucaria angustifolia): o pinhão talvez seja a fruta nativa do Sul mais conhecida entre os brasileiros. Tem uma casca grossa e resistente, e por isso uma das formas mais comuns de consumo é cozinhá-la na água quente ou na brasa.

Região Sudeste

  • Jabuticaba (Myrciaria cauliflora): fruta pequena de cor roxa-escura encontrada no Sudeste, é muito consumida ao natural, mas também pode servir como base para preparações doces ou alcóolicas.
  • Goiaba (Psidium guajava): aromática, a polpa da goiaba tem a cor rosa avermelhada ou branca, e é uma das frutas mais consumidas em todo o Brasil. Além de ser uma excelente fonte de vitamina C, é conhecida por ser uma planta rústica, capaz de se adaptar bem a diferentes climas.

Também pode lhe interessar: Como escolher frutas.

Frutas silvestres internacionais

Você sabia que algumas das frutas que encontramos no mercado na verdade não são nativas do Brasil? É o caso de algumas espécies muito populares, como:

  • Morango
  • Amora
  • Framboesa
  • Groselha
  • Cereja
  • Mirtilo

Típicas de regiões frias do planeta, elas podem ser encontradas em sua forma silvestre em países da Europa, além do Canadá e Estados Unidos. Apesar de não ser uma fruta silvestre brasileira, hoje já é possível encontrar plantações dessas espécies no país, já que é possível utilizar tecnologias para adaptar a espécie a viver em climas diferentes daquele em que ela naturalmente é encontrada.

Frutas silvestres que não devem ser consumidas

Muitas frutas silvestres que estão disponíveis na natureza não são apropriadas para consumo. Isso porque elas podem ser tóxicas ou venenosas para os humanos. Por isso, se você estiver passeando em uma floresta ou mata e se deparar com uma fruta silvestre que nunca viu ou que não conhece, o mais seguro a se fazer é não ingerí-la, já que você corre o risco de enfrentar problemas de saúde se acabar consumindo uma espécie venenosa.

Gostou do nosso artigo sobre o que são frutas silvestres? Você também pode se interessar por 10 frutas exóticas que fazem bem para a saúde.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que são frutras silvestres, recomendamos que entre na nossa categoria de Comida e Bebida.

Referências
  1. EMBRAPA. Frutas e hortaliças. Disponível em: <https://www.embrapa.br/grandes-contribuicoes-para-a-agricultura-brasileira/frutas-e-hortalicas> Acesso em: 17 de janeiro de 2022
  2. MICHAELIS. Silvestre. Disponível em: <https://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/silvestre> Acesso em: 17 de janeiro de 2022
  3. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Alimentos regionais brasileiros. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/alimentos_regionais_brasileiros_2ed.pdf> Acesso em: 17 de janeiro de 2022

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
O que são frutras silvestres
O que são frutras silvestres

Voltar ao topo da página